Sônia Daniel

TERAPIA FLORAL PARA ANIMAIS, COMO FUNCIONA?

Posted by: admin in: ● 16 de junho de 2015

Você sabia que a Terapia Floral também pode ser  utilizada em animais?

Não? Pois é, pode sim e é muito eficaz.

Assim como nós humanos temos padrões, emoções e sentimentos negativos, os animais também os têm.

A diferença é que os animais não conseguem expressar suas emoções, sentimentos e queixas através de palavras. Tendem a exteriorizá-las em sintomas físicos e comportamentos específicos.

Medo, ansiedade, carência afetiva, imaturidade, angústia, são alguns dos fatores que podem levar a adoecê-los fisicamente e a apresentar sintomas tais como depressão, hiperatividade, alergias, etc…

Nestes momentos a terapia floral é bem vinda. Age sobre os padrões negativos elevando a vibração e trazendo bem-estar. Minimiza a ansiedade, o medo, a insegurança, os processos de transição e adaptação, entre tantos outros.

Esta é a Tesla, filhota da Pri e do Lú, uma linda e amada cachorra que está adorando tomar o Composto Floral.

Pense num “serzinho” mágico, mas da pá virada…rsrsrs…, que come tudo que vê pela frente e é ligada no 220 volts.

Começou a tomar o Composto Floral há um mês.

Aqui estão algumas das essências que compõem a fórmula da Tesla. Um Composto que contém Florais de Saint Germain e de Bach:

ESECIAS FLORALES

• Grevílea: irrita-se com facilidade, ele ajuda a limpar a energia da raiva, sentimentos de irritação e nervosismo.

• Verbena: animais que apresentam forte autoconfiança e tornam-se intolerantes quando estão extremamente focados em alcançar seu objetivo. Acalma a Impulsividade.

• Patiens: desenvolve paciência, tolerância e flexibilidade. Para as reações excessivas, agitação e inquietações internas.

• Sapientum:Trabalha diretamente o padrão de imaturidade e dificuldade de aprendizado.

• Allium: Floral protetor. Reação começa a se transformar em agressividade ou agitação devido a influencias externas.

• Chestnut Bud: Para aprendizado. Para romper maus hábitos.

 

FLORAIS PARA ANIMAIS – CRITÉRIOS DE ANÁLISE

Observar bem a situação física, emocional e psicológica em que o animal se encontra, as características da raça, o seu habitat natural, personalidade, o tratamento dado por seus donos e a própria característica dos donos, é importante para a escolha certa das essências e a eficácia do tratamento.

Toda a história do animal deve ser analisada antes de compor o Tratamento Floral.

MODO DE USAR
• 4 gotas, de preferência 4 x por dia:
• Diluídas na água de beber;
• Na comida;
• Em compressas sobre hematomas;
• Em spray;
• Nas patas, quando o animal está habituado a se lamber;
• Diretamente na boca.

RECOMENDAÇÕES

FLORAIS DE BACH
Monte a Fórmula mais apropriada para o  seu animal:

1) Para o Medo de rojões, fogos, trovões, etc… –Medos de coisas conhecidas

• Mimulus: Medo de rojão, barulho forte, trovão. O animal tenta esconder-se e muitas vezes chora.

• Rock Rose: Trata o terror e o pânico. É um grau acima do mimulus. Pânico de trovão é diferente de medo de trovão – no pânico o animal treme e pode babar. Chorar demais. Muitas vezes, o animal fica frio.

• Observar se há:
– Traumas, colocar o (Star Of Bethlehem)
– Se o animal perde o Controle, colocar o (Cherry Plum)
– Se tiver medo com Tremor colocar (Aspen)

2) Agressividade:

• Cherry Plum: Trata comportamentos incontroláveis. Cão que avança em qualquer pessoa. Não precisa haver um motivo. Ex: Pittbull, Dobbermann.

• Holly: Trata ódio, inveja, ciúmes destrutivos. O Holly refaz a capacidade de amar. Para tratar animais com aversões específicas.

• Vine: Dominador inflexível. Não aceita ser contrariado. Tenta dominar o proprietário ou outros animais . Trata animais agressivos ou cruéis com as pessoas e com outros animais. Para todos os animais que defendem demais o seu território. Questões relacionadas à posição hierárquica e ao território. Rottweiler. (agressivo controlado, ataca para se defender).

• Beech: Trata a agressividade por intolerância. Implicância com pessoas ou animais.

3) Roer móveis e objetos

• Chestnut bud: Para aprendizado. Para romper maus hábitos.

• Willow+ Holly: Para tratar ressentimento, mágoa, negativismo. Trata o comportamento rancoroso e o mau humor. Tratar animais que parecem se vingar e que começam a destruir as coisas, principalmente as que pertencem ao dono.

4) Comportamentos incontroláveis:
O comportamento compulsivo pode começar pelo tédio ( cão solitário ou muito ansioso).

• Rescue: Estresse e a tensão: relaxa e acalma.

• Cherry Plum: Para comportamentos incontroláveis de auto-destruição como morder, arrancar a pele ou lamber-se excessivamente.

• White Chestnut: Para pensamentos indesejáveis, persistentes, repetitivos. Trata comportamento obsessivo – mania de lamber ou de mordiscar a pele ou patas até fazer feridas, mania de coçar ou de sacudir rapidamente a cauda, como um chicote. Hábito de comer moscas, hábito de morder o flanco e de morder a cauda. O estresse também pode levar à coceira constante.

• Sweet Chestnut: Angústia mental. Em casos de auto-mutilação. Nos problemas de ouvido ou pele.

• Crab Apple: Quando o animal tem secreções, feridas abertas e, fica se lambendo muito.Animais que se limpam de forma obsessiva.

5) Latir demais
Não existe um motivo específico que cause esse problema. Acredita-se que, na maioria dos casos, os latidos em excesso são para conseguir atenção. Alguns adestradores, consideram latidos em excesso como falta de educação e imaturidade.

• Vervain: Para tratar animal muito barulhento, muito agitado. Trata o excesso de entusiasmo e a impulsividade. Ex: Dálmata

• Heather: Trata o animal que é brincalhão, late muito e não dá sossego. Inoportunos, acabam exaurindo todos a sua volta: latem, rosnam, choramingam ou uivam excessivamente. Trata o animal manhoso. Ex: Boxer

• Chicory: Trata a manipulação. Animais que necessitam de atenção o tempo todo. Manhosos, carentes. Latem, mordem ou vomitam para impedir que sejam deixados sozinhos.
Ex: Poodle

6) Pular demais
Da mesma forma que latir demais, o cão, geralmente pula demais, para conseguir atenção. Pode ser, também, considerado falta de educação e imaturidade. Além dos mesmos florais indicados para latir demais, usa-se também:

• Impatiens :Para tratar cães que pulam muito, como o poodle. O animal é acelerado. Não gosta da solidão, não gosta do silêncio.
Essa essência é indicada também para o cocker.

7) Teimosia e perfeccionismo

• Rock Water: Para a inflexibilidade, padrões cristalizados, teimosia, rigidez.

• Walnut: Para que os filhotes afastados da mãe e da ninhada sofram menos com a separação e se adaptem melhor ao novo lar.

• Chicory + Hetaher: Para os cãezinhos que choram quando seus donos saem para trabalhar. É preciso harmonizar sua carência e sua vontade de ser o centro das atenções.

• Rescue + Star: Para os animais que sofreram maus tratos. Quando o episódio de violência é recente ou apresenta reação de agressividade devido ao fato de ter sido brutalizado.

FLORAIS DE SAINT GERMAIN – FÓRMULAS PRONTAS

1) Fórmula 1FSG e AGRESSIVIDADE
Para o animal agressivo, agitado, raivoso, provocativo, intolerante, impaciente

2) Fórmula 2FSG CARÊNCIA/ AGITAÇÃO
Para o animal carente, agitado, rebelde ou com dificuldade de aprendizado.

3) Fórmula 3FSG – CARÊNCIA/ DEPRESSÃO
Para o animal apático, angustiado, depressivo, saudoso ou submisso.

4) Fórmula 4FSG – MEDO
Para o animal medroso, desconfiado, que se sente acuado ou tem dificuldade em relacionar-se?

14 Comments to "TERAPIA FLORAL PARA ANIMAIS, COMO FUNCIONA?"

1 | celio

8 de dezembro de 2016 to ● 16:33

meu cachorro(isalapso)vive lambendo as patas até sangrar
lavo todos os dias mais não resolve,qual seria o floral ideal
para esse animal.

2 | Yolanda

17 de outubro de 2017 to ● 16:47

Oi Sônia, tudo bem?
Estou dando o floral para ansiedade para o meu cachorro (6 gotas, 4x ao dia) e gostaria de saber se essa dosagem é a que darei sempre ou se tem uma dosagem de “manutenção” para depois q começar a fazer efeito. Você saberia me informar?
Obrigada!

3 | admin

7 de dezembro de 2017 to ● 11:49

Olá querida, desculpe a demora na resposta, infelizmente sua mensagem ficou na caixa de spam e vi somente agora.
De qualquer forma vou passar a informação, pois tenho certeza que servirá em outros momentos.
Existe formulação pronta para este tipo de sintoma, mas o mais importante é entender qual o motivo que leva o Isalapso a lamber as patinhas até sangrar.
Minha sugestão é que você faça uma consulta com uma Veterinária, que utilize também Terapia Floral, pois assim ela analisa a causa e pode tratar o efeito com mais eficácia. Inclusive mandar manipular uma fórmula específica para o Isalapso.
Abaixo vai uma fórmula padrão para animais que tem compulsão por lamber as patinhas até ferí-las.
Observe, antes de usá-la, se realmente o seu cãozinho tem as características mencionadas em cada uma das essências que compõem a formulação:
Fórmula para comportamento incontrolável:
Florais de Bach – Peça para manipular a fórmula com a quantidade de gotas indicada abaixo:
7 gotas Cherry Plum – Para os comportamentos incontroláveis de auto-destruição, como morder, arrancar a pele, lamber excessivamente;
2 gotas White Chestnut – Para comportamentos indesejáveis, repetitivos. Trata o comportamento obsessivo – mania de lamber ou de mordiscar a pele e até fazer feridas, mania sacudir ou coçar a cauda como chicote.O estresse também pode levar à coceira constante.
7 gotas Sweet Chestnut – Angústia, auto-mutilação, problemas de pele.
2 Gotas Crab Apple – Para as secreções,feridas, manias obsessivas. Faz uma limpeza de forma geral, melhorando o comportamento e as emoções conflitantes. Importante lembrar que este floral é catártico. Pode acontecer de agudizar o processo compulsivo, isto acontece durante uns 7 dias de uso da fórmula, para depois ir melhorando aos poucos.
Acrescentar na fórmula as seguintes essências dos Florais de Saint Germain:
4 Gotas Fórmula Leucantha – sanar e re-equilibrar a ferida interna (emocional) trabalha o acolhimento da Grande mãe.
2 Gotas de Melissa – relaxante e calmante floral que devolve a calma, alegria, serenidade

Manipular fazer a fórmula numa farmácia de manipulação de sua confiança.
Vidro âmbar, 30ml, com cânula de vidro. 21 ml de água e 9 ml de brandy (conservante).
Usar por pelo menos 90 dias.

Usar com o animal: 4 gotinhas, misturadas na água por pelo menos 2 vezes ao dia. Caso o animal não goste do sabor da água com o floral, você pode: diluir na comida, em compressas no local afetado, em spray ou diretamente na boca do animal.

Qualquer dúvida que você tenha, me adicione ao seu whatsapp que a nossa conversa ficará mais rápida: (11) 96838-0689.
Espero ter ajudado.

Abraços
Sônia Daniel
http://www.soniadaniel.com.br
(11) 96838-0689

4 | admin

7 de dezembro de 2017 to ● 12:00

Olá querida, boa tarde!
A fórmula que você está usando foi recomendada por alguma Veterinária ou Terapeuta?
Se sim, o correto seria você verificar com ela a dosagem, por conta do acompanhamento no tratamento.
Se não, minha sugestão é ministrar a fórmula por pelo menos 3 meses, da seguinte forma:
Durante o primeiro mês – 6 gotas 4 vezes ao dia;
Segundo mês – 4 gotas 4 vezes ao dia
Terceiro mês – 4 gotas 2 vezes ao dia.

Durante o tratamento ir observando o comportamento do animal. Se houve melhora efetiva usar até o terceiro mês e parar.
Caso a melhora seja parcial, sugiro dar continuidade do tratamento, mas aí verificando a causa da ansiedade e ministrando uma fórmula específica para o seu animal. Procurar uma veterinária que utilize como parte do tratamento a terapia Floral seria o mais apropriado.

Vou deixar meu whatsapp, caso tenha alguma outra dúvida você pode me adicionar, nossa conversa ficará mais rápida pelo plicativo (11) 96838-0689.
Espero ter ajudado.
Qualquer dúvida fico à disposição.

Abraços
Sônia Daniel
http://www.soniadaniel.com.br
(11) 96838-0689

5 | Walmir Bicov

7 de Janeiro de 2020 to ● 15:06

Sem mais alternativas para tentar, vou tentar o floral rescue para ver se minha cachorrinha reage, está apática, triste e não come nada há dias, se forçar ela vomita. Vou dar um breve histórico: De uns 2 meses para cá a atividade dela começou a mudar, foi diminuindo a comida até chegar a nada, levei no veterinário, fez ultrasom e exame de sangue, disse que o útero e o ovário dela estavam inchados, resolveram operar ela, mesmo debilitada, tá, só que quando abriram viram que não havia necessidade de tirar nada, só castraram, graças a Deus sobreviveu, está em casa, mas continua sem querer comer nada, me parece uma profunda depressão, pois ela que era tão ativa e vivia atrás da gente agora nem quer mais levantar quando chamamos, será que o floral pode ajudar?

6 | admin

21 de Janeiro de 2020 to ● 17:28

Olá Walmir, boa tarde!
Para fazer uma recomendação mais assertiva, o correto seria você consultar, presencialmente, uma Veterinária com formação em Terapia Floral.
Neste caso, em que a sua cachorrinha está enferma, com problemas físicos, a veterinária tem condições de avaliar o animal de uma forma holística, observando o efeito físico e a causa mais profunda do problema.
Como terapeuta Floral, vou fazer a recomendação de acordo com o que você relatou sobre a sua cachorrinha.
Sugiro para este primeiro momento, o tratamento abaixo.
Procure uma farmácia de manipulação de sua confiança e peça para formular o seguinte composto:
90 dias de tratamento
Vidro âmbar, com cânula de vidro, conservante brandy.
Utilizar na água, na comida, ou passando nas patinhas – 4 gotas, 3 vezes por dia.
Fórmula Floral Sistema Saint Germain:
2 gotas Allium
4 gotas Arnica Silvestre
2 gotas Algodão
2 Gotas São Miguel
2 Gotas Leucantha
2 gotas de Melissa
2 Gotas Ipê Roxo
4 Gotas Gerânio

Vou deixar o meu whatsapp, caso você tenha alguma dúvida chame que esclareço.
Desejando que a melhora da sua filhota seja breve.
Abraços
Terapeuta Sônia Daniel
Whatsapp (11) 96838-0689

7 | Flávia

8 de Abril de 2020 to ● 13:23

Olá! tenho um american bully de 1 ano e 7 meses,que é extremamente dócil com as pessoas e cheio de energia. Porém, a partir dos 6 meses começou a estranhar outros bichos, e hoje (mesmo castrado) não admite nenhum outro tipo de animal, reagindo de forma agressiva, querendo avançar e latindo muito. Com isso os passeios passaram a ser menos frequentes, pois ficou muito dificil e tenso. Mesmo depois de nos afastarmos do outro bicho ele permanece agitado, com respiração ofegante. Estamos buscando um adestrador para resolver a questão da socialização, mas queria saber se o floral pode contribuir nesse processo?

8 | admin

21 de Abril de 2020 to ● 13:50

Olá Flávia, boa tarde!
Sim Terapia Floral pode ajudar e muito.
O correto seria você procurar uma veterinária com formação em Terapia Floral, pois ela através de uma consulta e uma anamnese, poderia aprofundar o assunto e escolher as essências mais focadas na causa que levou o seu cãozinho a mudar tanto a “personalidade”.
De qualquer forma, vou deixar aqui uma recomendação terapêutica, mais generalizada, em cima dos fatos que você relatou e você pode mandar manipular em uma farmácia da sua confiança.
Peça para o farmacêutico colocar a quantidade de gostas que eu sugeri na recomendação, ok?

Recomendação terapêutica
Frasco Ambar, 30ml, com conta gotas, 21 ml água e 9 ml conservante brandy
Posologia: 4 gotas, 4 vezes por dia por 30 dias – Pode ser diluída na vasilha de água.
Repetir a fórmula por mais 60 dias.
Florais de Saint Germain
Essências:
4 gotas de Verbena
4 gotas de Grandflora
4 gotas de Sorgo
2 gotas de Melissa
2 gotas de Allium
2 gotas de São Miguel
2 gotas de Embaúba
2 gotas de Scorpius
2 gotas de Rosa Rosa

Vou deixar o número do meu whatsapp, se você tiver dúvidas é só me chamar: (11) 96838-0689.
Desejando que o seu cãozinho volte a se relacionar bem.
Abraços
Terapeuta Sônia Daniel

9 | Elaine

17 de Maio de 2020 to ● 13:59

Boa tarde,
Meu cachorro é um Shitzu com 2 meses e não para de comer as próprias fezes gostaria de pelo amooooorrr de Deuuuusss saber se esse remédio ajudará com que ele pare. Já tentei de tudo e nada!!!

10 | Paula Miranda

25 de Maio de 2020 to ● 19:26

Dra Sônia, sou estudante de veterinária, mas tenho tido muita dificuldade de alguém que realmente faça terapia floral sem ser com fórmulas prontas.
Tenho uma schnauzer, estávamos pesquisando o motivo de suas fezes serem tão “diferentes” todos exames feitos, é dilipdemica e atópica e por isso come ração especial.
Meu problema, ou dela descoberto com a quarentena:
Come todo e qualquer cabelo que vai no chão (suas fezes ficar até presas pelos fios do cabelo que come)
Come lenço umedecido, papel higiênic, come bolinho de poeira etc… um dia ela vai acabar tendo que ir para um centro cirúrgico para remoção de corpo estranho
O temperamento dela no mais é ótimo, não late ( uma schnauzer que não late!!), ansiedade apenas na hora do passeio, detesta fogos e barulhos mais fortes . Minha preocupação de fato é essa compulsão dela de comer essas coisas indevidas.
Me dá uma luz?
Agradeço imensamente e se você puder até me indicar algum curso para não formados, ficaria ainda mais agradecida.
Um um abraço e obrigada.
Paula Miranda

11 | admin

29 de Maio de 2020 to ● 17:32

Oi Paula, boa tarde!
Claro, posso sim.
Mas vou pedir uma gentileza, que você me chame pelo Whatsapp, pois preciso fazer uma anamnese um pouco mais detalhada e gostaria de falar contigo.
Vou deixar o meu número, por gentileza, me chame que conversamos: (11)96838-0689.
Aguardo sua chamada.
Abraços
Sônia Daniel

12 | admin

29 de Maio de 2020 to ● 17:57

Olá Elaine, boa tarde!
Eu sinto muito te informar, mas comer as fezes é uma predisposição da raça Shih Tzu.
Existem vários fatores genéticos e físicos que podem causar este comportamento, minha sugestão é que você consulte um veterinário para observar se há algum destes fatores.
Além dos fatores físicos, existem também os emocionais: ansiedade e carência afetiva (chamar a atenção do dono).
Então, excluído os fatores físicos, podemos trabalhar as questões emocionais com o composto floral abaixo:
Peça para manipular a seguinte fórmula:
Florais de Bach:
– 7 gotas de Chestnut Bud (romper os maus hábitos)
– 2 gotas de Cherry Plum (para o comportamento incontrolável)
– 2 gotas Chicory (carência afetiva e chamar a atenção)
– 2 gotas Vervain (ansiedade)
– 4 gotas Crab Apple (manias)
Peça para farmácia manipular com a quantidade de gotas solicitadas.

Modo de usar: 4 gotas, 3 vezes por dia. Pode ser diluído na água ou direto na boquinha do animal.
Se você tiver alguma dúvida, me chame pelo whatsapp.
Abraços

Sônia Daniel

13 | Vanessa Marques

17 de agosto de 2020 to ● 14:44

Boa Tarde, Dra Sônia.
Acompanho seu post sobre Florais para Pet e preciso de sua ajuda.
Tenho uma cadela SRD que foi resgatada com 15 dias de vida. Desde então, ela sempre foi uma cachorra dócil, porém se demonstrava agressiva em determinadas situações (na hora do banho, ao colocar a coleira, tosa, etc). Estamos com ela há 6 anos, no entanto, essa agressividade não diminuiu mesmo com várias tentativas. Ela já mordeu meu filho enquanto ele fazia carinho nela e nesse fim de semana fui mordida ao tentar colocar a focinheira nela.
Estava lendo sobre os florais e gostaria de saber se teria alguma fórmula para me indicar?
Sou grata desde já pela atenção

14 | admin

17 de agosto de 2020 to ● 18:41

Olá Vanessa, boa tarde!
Para montar uma fórmula mais adequada a sua cachorrinha, seria importante fazer uma consulta mais aprofundada. Assim, conhecendo melhor a história, os comportamentos atípicos, entenderemos com mais clareza a causa deste comportamento agressivo.
Mesmo assim, fiz uma recomendação terapêutica com as informações que você colocou no blog, espero que seja de grande ajuda.
Como você viu no artigo, a Terapia Floral funciona bem para corrigir problemas comportamentais e emocionais com bons resultados na melhora da agressividade, mas é bom lembrar que:
1) Terapia Floral não é medicamento, ele é um composto natural, que atua de forma SÚTIL nos campos emocional e energético do animal, auxiliando a mudança do comportamento e estimulando a capacidade de integração e autocontrole. E, apesar do composto ter essências voltadas ao controle da agressividade de forma geral, cada animal tem o seu tempo e responde de maneira individual ao tratamento. Por isso, paciência, persistência e constância, são importantes no tratamento.
2) Para uma resposta mais efetiva e visível, deve-se usar o composto por pelo menos 3 meses.

Recomendação Terapêutica:
Mandar manipular na farmácia e solicitar ao farmacêutico para seguir exatamente a recomendação abaixo:

Frasco âmbar 30 ml com conta gotas. Colocar 21 ml de água, 9 ml conservante brandy e as essências abaixo discriminadas.
Posologia: 4 gotas, 4 vezes por dia, por 90 dias – pode ser administrado direto na boca do animal ou diluído na vasilha de água.

Florais de Bach – essências:
– 4 gotas Cherry Plum (comportamento incontrolável, picos de agressividade – avança para morder)
– 2 gotas Holly (Traiçoeiro, raivoso, refaz a capacidade de amar e ter confiança)
– 2 gotas Vine (dominância, agressivo e controlador)
– 2 gotas White Chestnut (comportamento obsessivo)
– 4 gotas Star of Bethlehem (possíveis traumas)
– 4 gotas Mustard (humor oscilatório)

Vou deixar o número do meu whatsapp, se você tiver dúvidas é só me chamar: (11) 96838-0689.
Abraços
Terapeuta Sônia Daniel

Write Comment