Sônia Daniel

O CORPO FALA…..VOCÊ CONSEGUE ESCUTAR O SEU?

Posted by: admin in: ● 16 de novembro de 2011

Você já notou como o corpo fala conosco?

Não?

Então você não está dando a devida atenção à linguagem do seu corpo.

O corpo fala e muito: transmite informações, revela coisas importantes sobre nós, dá dicas do que está acontecendo conosco. Ele é a expressão visível da nossa consciência e está em contato direto com as nossas emoções mais profundas; nossos medos, angústias, ânsias, desejos, alegrias, tristezas, amarguras, inseguranças, etc….

Ele fala conosco através de sinais e a interpretação correta da sua linguagem pode nos levar a saúde ou se não soubermos decodificar a sua mensagem, à doença. Tudo depende da nossa atenta observação.

Como já dito, Ele é na verdade um tipo de professor, que nos ajuda a ter mais consciência de nós.

Sintomas representam partes da sombra da nossa consciência – coisas ocultas em nós as quais desprezamos e desconhecemos – e  que muitas vezes se  precipitam de forma física a fim de se tornarem conhecidas e aceitas por nós. Diz o Dr. Charles Richards: “Ignorar nossa sombra reprimida é como trancar alguém no porão até que ele faça algo dramático para conseguir nossa atenção”.

O sintoma físico é uma dessas formas nocivas de expressão, um transmissor de informação. Com o seu aparecimento há uma interrupção do fluxo natural da vida, que nos obriga a parar e prestar mais atenção à vida, a nós mesmos, aos fatos ao nosso redor.

Ele é na verdade um tipo de professor, que nos ajuda a ter mais consciência de nós. Agora, se não dermos a atenção devida, ele pode se transformar em um professor muito severo. E aquilo que começou com um pequeno aviso (sonhos, premunições, sensações, dores, etc…) se agrava, podendo levar a uma doença mais séria, a acidentes e até mesmo a morte.

Assim, o mais sensato é observar e ouvir os sinais do nosso corpo, estabelecendo um contato com eles, pois somente assim se transformarão em mestres e orientadores no nosso caminho.

Na medida em que nos conscientizarem de assuntos que ainda temos que integrar em nós mesmos, eles nos darão – por meio de aprendizagem e conscientização – a oportunidade de conhecermo-nos melhor e com isso, vivenciarmos uma vida mais harmoniosa.

Podemos dizer então que o conhecimento interior pode partir também, de uma atenta observação e interação com o exterior. Fazendo o caminho inverso, de fora para dentro, podemos entender o que está nos levando a adoecer. A pergunta que deveríamos sempre fazer quando adoecemos é:            –   Qual é o sentido desta doença em minha vida?

Cada doença apresenta um sintoma e este está diretamente ligado a uma causa, muito mais profunda e interna, que precisa ser entendida para que a saúde possa se restabelecer.

O distúrbio orgânico tem uma estreita ligação com o nosso estado emocional, comportamental; consciente ou não. O corpo é na verdade, a tela onde se projetam as nossas emoções.

A palavra pode nos enganar, no entanto o corpo não sabe mentir. Esta é a linguagem mais pura.

Ao aprendermos a decodificar a linguagem do nosso corpo, poderemos ver a doença não como fatalidade, mas como uma mensagem da consciência, que nos permite passar de meras vítimas à pessoas conscientes, responsáveis pelo nosso sentir, pensar e agir.

É eu sei, esta tarefa não é fácil. Compreender o sentido da doença em nossa vida é uma tarefa árdua e que necessita de exercício constante, de observação e escuta.

Por isso sugiro àqueles que querem se aprofundar neste assunto, a leitura  de algumas bibliografias  excepcionais, pois são obras bem elaboradas e de fácil entendimento dedicada às pessoas que estão em busca do conhecimento de si.

livro a doença como caminhoSão Elas: A doença como caminho de Thorwaldlivro diga onde dói Dethlefsen, editora Cultrix; Diga-me onde dói e eu te direi por que de Michel Odoul, Editora Campus;  Linguagem do Corpo de Cristina Cairo, Editora Mercúrio.

livro linguagem do corpoAlém das bibliografias, segue em anexo um pequeno dicionário, com a interpretação e os significados dos principais sintomas de algumas doenças.

Esta é uma pequena introdução a um assunto muito extenso e, espero que este artigo seja um instrumento a mais para ajudá-lo a interpretar a comunicação não verbal do seu corpo.

Download “O Corpo Fala” – SINTOMAS FREQUENTES E SUA RELAÇÃO PSICOEMOCIONAL

SINTOMAS FREQUENTES E SUA RELAÇÃO PSICOEMOCIONAL

2 Comments to "O CORPO FALA…..VOCÊ CONSEGUE ESCUTAR O SEU?"

1 | ELISA

27 de dezembro de 2013 to ● 21:48

gostaria de mais informaçao

2 | admin

5 de Março de 2014 to ● 15:55

Olá querida, boa tarde!
Que tipo de informação você gostaria de ter?

Write Comment